Você sabe quais são os pilares da gestão escolar

Você sabe quais são os pilares da gestão escolar?

Assim como muitas empresas, a maior preocupação de uma instituição de ensino está em fortalecer e melhorar cada vez mais a qualidade do seu produto final – nesse caso, o ensino e a experiência do estudante no ambiente escolar.

Entretanto, se sua instituição se atém somente aos processos pedagógicos, a gestão financeira e administrativa fica de lado. Com essa negligência, a escola acaba limitando seus recursos e estratégias e torna-se muito mais difícil assegurar a melhoria dos processos que envolvem diretamente o aluno e seu bem-estar.

Por isso, é imprescindível que a instituição tenha total controle sobre os três principais pilares da gestão escolar: pedagógico, financeiro e administrativo.

Esses pilares estimulam a otimização de tempo e de processos, buscando garantir autonomia administrativa, financeira e pedagógica. Para que sua instituição tenha sucesso, é preciso saber como essas três áreas funcionam e atuam de forma interdependente. Acompanhe a leitura e entenda essa dinâmica!

Pilar 1: Gestão Financeira

Uma boa gestão financeira é primordial para que a instituição caminhe bem.

Para investir em melhorias, contratar novos serviços, aperfeiçoar a infraestrutura, bem como garantir a manutenção das atividades diárias, é preciso ter organização e competência financeira.

Bons aspectos de uma gestão financeira são: controle sobre o fluxo de caixa, controle sobre a inadimplência, visão geral a respeito de todos os processos financeiros, uma boa reserva de dinheiro, verbas bem redistribuídas e que buscam sempre o aperfeiçoamento da gestão pedagógica e administrativa, entre outros.

A parte financeira é o pilar principal da gestão escolar, no sentindo em que é ela quem viabiliza bons resultados nas áreas pedagógicas e administrativas. Quando o financeiro vai mal, essas outras duas áreas ficam impossibilitadas de melhorarem suas atividades e, às vezes, até de exercerem seu trabalho diário. Tudo isso causa problemas para a escola e coloca em risco, dependendo da gravidade da situação, a permanência da instituição no mercado.

Pilar 2: Gestão Administrativa (de processos e pessoas)

Já a parte administrativa está relacionada à boa gestão de pessoas e de processos, e normalmente está mais voltada para RH.

Não adianta ter uma boa gestão financeira se, por exemplo, sua instituição não valoriza seus funcionários e não viabiliza o desenvolvimento deles em suas áreas de atuação – já que, como sabemos, os profissionais da educação necessitam estar em constante aperfeiçoamento para acompanhar as necessidades do seu público (estudantes e pais) e garantir a boa qualidade de tudo que é oferecido aos alunos.

Da mesma maneira, uma boa administração deve assegurar que seus profissionais tenham ferramentas que melhorem e otimizem a qualidade do seu trabalho. Ferramentas essas que podem estar relacionadas à gestão – com o uso de softwares, por exemplo – ou às práticas pedagógicas em sala de aula.

Uma gestão administrativa bem consolidada também permite a aproximação de todos os membros da comunidade escolar, consegue cativar e trazer mais familiares para as reuniões e eventos escolares, além de alcançar uma gestão mais participativa.

Pilar 3: Gestão Pedagógica

Por fim, a gestão pedagógica tem como principal função garantir que os processos relacionados aos alunos estejam totalmente certos e cada vez mais otimizados.

Faz parte de uma boa gestão pedagógica atividades como: condicionar o avanço do processo socioeducacional, promover melhorias que permitam o aprendizado efetivo dos estudantes, executar e priorizar as ações que gerem os melhores resultados, reformular e readequar o projeto político pedagógico visando as necessidades dos pais e dos estudantes, entre outras ações.

Para garantir um bom funcionamento dessa área da gestão escolar, é preciso trabalhar em conjunto com as outras – administrativa e financeira. Assim é possível que se tenha pessoas motivadas a trabalhar e melhorar todos os pontos pertinentes e que forem necessários, bem como recursos para investir em melhorias e prover um ensino cada vez mais dinâmico e de qualidade.

Com um bom gerenciamento dessas três áreas, você garante que a instituição esteja sempre em desenvolvimento, melhorando seus processos, aumentando sua qualidade e se solidificando cada vez mais no mercado.

Na sua instituição, os pilares da gestão escolar já estão consolidados? Existe alguma área que enfrenta maiores problemas para otimizar seus processos? Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *