Skip to main content

Movimento Maker: você sabe o que é essa metodologia?

As práticas do Movimento Maker estão cada vez mais presentes em sala de aula, sendo uma maneira inovadora de compartilhar conhecimentos com os alunos de diferentes níveis escolares e oferecer uma aprendizagem baseada em atividades de colocar a mão na massa. Essa metodologia apresenta diversas vantagens para a escola e para os alunos.

Continue acompanhando para saber mais sobre o que é o Movimento Maker e como implementar essa metodologia nas salas de aula de sua escola. Confira!

O que é Movimento Maker

O Movimento Maker é uma metodologia ativa de aprendizagem baseada no conceito de Faça Você Mesmo, ou seja, os alunos aprendem novos conhecimentos com atividades práticas que envolvem tentativas de acertos e erros, sendo uma importante maneira de desenvolver as suas habilidades de resolução de problemas.

Sendo uma metodologia de ensino inovadora, a cultura maker envolve técnicas que fazem com que o aluno seja o protagonista de seu próprio aprendizado. Isso acontece porque com o Movimento Maker ele tem a oportunidade e os recursos necessários para desenvolver e testar novas ideias.

Essa metodologia deve ser abordada como um complemento em relação ao currículo básico utilizado pela escola, de forma que seja um diferencial a fim de reforçar o aprendizado dos alunos e desenvolver a construção de conhecimento coletivamente.

Além disso, o Movimento Maker está alinhado com as habilidades que os profissionais do futuro precisarão ter para se destacarem, como criatividade, pensamento crítico, saber trabalhar em conjunto, comprometimento e responsabilidade, entre outros.

Uma das principais vantagens do Movimento Maker na educação é o fato de apresentar uma abordagem transdisciplinar. Assim, quando um estudante estiver colocando em prática essa metodologia com o desenvolvimento de uma ideia, ele irá utilizar seus conhecimentos e habilidades adquiridos em diferentes disciplinas.

Como implementar o Movimento Maker na escola

Está cada vez maior o número de escolas que desenvolvem um Espaço Maker, isto é, uma sala ou um laboratório inteiramente dedicado para essa metodologia. Nesse ambiente é comum encontrar impressoras 3D, ferramentas diversas, notebooks, elementos recicláveis, diferentes tipos de itens de papelaria e muito mais, sendo recursos essenciais para que os alunos possam desenvolver atividades mão na massa.

A tecnologia está bastante associada ao Movimento Maker. No entanto, a escola precisa avaliar se seu orçamento permite que os recursos tecnológicos e digitais – impressora 3D, notebooks, lousa digital, etc. – sejam adquiridos em um primeiro momento. Esse é um investimento que deve ser feito com consciência e bem planejado para que outras áreas da escola não sejam prejudicadas.

Para implementar o Movimento Maker na escola, é essencial que os professores estejam alinhados com as características e práticas dessa metodologia. A equipe pedagógica precisa desenvolver um planejamento bem estruturado para que a cultura maker seja inserida de acordo com a proposta pedagógica da escola e tenha uma ligação com o conteúdo ensinado em sala de aula.

Vantagens do Movimento Maker

O Movimento Maker apresenta diversas vantagens para a escola e para os estudantes. Em relação à escola, a implementação da cultura maker no projeto pedagógico pode ser considerada como um diferencial quando comparado com as outras escolas e, assim, algo que seja um atrativo para pais e responsáveis que desejam matricular seu filhos em escolas que utilizem metodologias inovadoras.

Em relação aos estudantes, a vantagem do Movimento Maker para eles é que a escola se torna cada dia mais um espaço de interação e desenvolvimento de ideias, descoberta de novos conhecimentos e habilidades, além de ser uma metodologia que permite que eles encontrem aulas que não sejam apenas expositivas.

O Movimento Maker já está presente em sua escola? Compartilhe com a gente a sua experiência! Conte sempre com o Sponte, seu Software de Gestão Educacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *