Como inserir a gestão democrática na sua instituição

A gestão democrática é uma prática que possibilita que a instituição de ensino seja organizada e administrada em conjunto por diferentes pessoas que participam das atividades do cotidiano escolar. Essa prática faz com que a gestão seja modificada a fim de apresentar mais resultados para o coletivo.

Diversos gestores estão colocando em prática novas maneiras de administrar suas instituições de ensino com o intuito de proporcionar um ambiente escolar em que todos os envolvidos se sintam confortáveis e que tenham o espaço necessário para expressarem suas opiniões.

5 maneiras de aplicar a gestão democrática na escola

Um gestor pode aplicar a gestão democrática em sua escola por meio de diferentes ações, como a inclusão dos membros da comunidade escolar nas tomadas de decisões e com a possibilidade de permitir que todos estejam envolvidos na definição das regras da instituição. Confira a seguir as principais maneiras de cumprir com essa prática.

1 – O gestor deve estar aberto para diferentes perspectivas

Para que um gestor comece a fazer uma gestão descentralizada, ele precisa estar aberto para diferentes perspectivas. Em uma escola que a gestão é baseada em conceitos democráticos, o gestor deve ser capaz de dividir as demandas da instituição entre todos os membros da comunidade escolar.

Para isso, o gestor deve delegar tais demandas de acordo com as responsabilidades de cada membro da comunidade, de forma que possa se dedicar apenas para o que está dentro de seu escopo.

2 – Acrescentar grupos organizados pelos alunos

Uma maneira de ampliar a participação dos alunos na gestão escolar é com a criação e desenvolvimento de grupos organizados pelos estudantes. São exemplos desses grupos os conselhos de classe e o grêmio estudantil. Além disso, a escola pode solicitar que cada turma selecione dois alunos para serem os representantes de classe e, assim, estarem responsáveis por levar a opinião de seus colegas para os demais participantes da gestão democrática.

3 – Solicitar a participação dos pais e responsáveis

Com os pais e responsáveis mais presentes no dia a dia da escola, é possível inclui-los nas tomadas de decisões e nas discussões sobre questões da instituição, como organização de eventos, melhorias a serem feitas e outros assuntos de grande importância para o bom desempenho da escola.

4 – Manter os processos transparentes e acessíveis

É recomendável que todos os processos da gestão escolar sejam transparentes e acessíveis, de forma que durante a execução das ações que fazem parte da gestão escolar todos os participantes saibam o que está acontecendo e como. Para isso, é importante organizar reuniões periódicas a fim de comunicar quais decisões precisam ser discutidas e o que precisa ser feito para melhorar a escola.

5 – Definir as regras da escola em conjunto

Uma das principais maneiras de implementar a gestão democrática é por meio da definição em conjunto das regras. Quando os alunos participam da construção das normas implementadas em sua escola, eles têm a possibilidade de apresentar seu ponto de vista em relação ao que está sendo definido como regra. Por exemplo, regras referentes ao uso de celular em sala de aula.

Abrindo espaço para o diálogo, as pessoas envolvidas nesse processo podem opinar e debater a importância das regras que serão implementadas no dia a dia da escola.

Na sua escola há uma gestão democrática? Deixe a sua resposta nos comentários!

Conte sempre com o Sponte, seu Software de Gestão Educacional.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *