Como fazer a avaliação de desempenho de funcionários?

Avaliar o desempenho dos funcionários de sua escola traz muitas vantagens. Em primeiro lugar, para a instituição: por meio da avaliação, o gestor descobre quem está trazendo os melhores resultados. Em segundo, para os funcionários: todo bom profissional sabe quem sempre tem como melhorar.

A avaliação de desempenho, portanto, é uma forma de manter o bom funcionamento da empresa. Mas como fazer isso de maneira eficiente, que traga bons resultados?

Confira abaixo algumas dicas!

Modelos de avaliação de desempenho: o que funciona melhor?

Existem diversos modelos de avaliação de desempenho que sua escola pode utilizar. Alguns são mais simples e gerais, enquanto outros são mais sofisticados e observam cada detalhe. Veja abaixo alguns exemplos:

Autoavaliação de desempenho

Nesse modelo, os funcionários da escola podem avaliar seus próprios resultados. A grande vantagem da autoavaliação é que ela faz o funcionário refletir sobre suas próprias ações. Muitas vezes, isso leva a melhorias nos resultados mesmo sem feedback. Mas, num geral, a autoavaliação é utilizada como um complemento de outra avaliação de desempenho.

Avaliação em 180 graus

Esse modelo de avaliação é feito por gestores, que analisam as competências mais importantes de seus funcionários. Habilidades e características pessoais são levadas em conta: produtividade, pontualidade, criatividade, etc.

Mesmo que o gestor tenha uma boa compreensão de cada funcionário, essa avaliação ainda é subjetiva. Por isso, muitos a consideram insuficiente.

Avaliação em 360 graus

Nesse modelo de avaliação, não é só o gestor que faz a análise das competências. Colegas de trabalho, subordinados e, se tratando de escolas, mesmo alunos podem participar. Na verdade, a avaliação dos professores pelos alunos é um exemplo comum.

São avaliadas habilidades e características, mas os resultados são diferentes da avaliação em 180 graus. Isso porque, quanto mais avaliadores, mais global e menos objetivo será o resultado.

Todos esses métodos de avaliação podem dar conta dos mesmos aspectos: habilidades, características e conhecimento:

  •         Em habilidades, avalie se os funcionários são capacitados para cumprir suas tarefas;
  •         Em características, avalie se são produtivos, pontuais e bons colegas de equipe;
  •         Em conhecimento, avalie o quanto eles se dedicam às suas áreas, e se fazem esforços para continuar aprendendo.

Depois de escolher um método, a avaliação de desempenho pode ser colocada em prática.

Execução e acompanhamento

A avaliação de desempenho pode ser colocada em execução logo que o método for estabelecido. Isso pode significar distribuir formulários, preencher avaliações escritas e mesmo encontrar maneiras sistemáticas de mensurar o desempenho.

Depois de aplicada a avaliação, é hora tomar decisões a partir dela. Todos os funcionários devem ter um feedback para saber o que devem continuar e o que podem melhorar.   

Então, com um acompanhamento,você pode garantir que a avaliação cumpra seu papel na otimização da escola.

Acesse o site da Sponte para saber mais sobre como nosso sistema pode ajudá-lo na avaliação de desempenho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *