Skip to main content

5 dicas para lidar com diferentes tipos de alunos

Lidar com pessoas é uma tarefa bastante complexa na vida normal, seja em uma roda de amigos ou em família. No entanto, o professor tem uma missão ainda mais complicada que é ensinar para grandes turmas de alunos, onde cada um deles tem sua própria personalidade e seu jeito de aprender.

Por mais que a instituição de ensino separe os alunos por idade ou nível de aprendizado, ainda assim haverá diferentes tipos de alunos e, quase sempre, o desafio de encontrar o método perfeito é do professor.

Entenda que o professor não pode carregar toda essa responsabilidade nas costas, pois a tarefa de ensinar já é pesada por si só e por mais que ele ame sua profissão, a quantidade de tarefas que ela impõe são bem altas, sendo assim, a escola precisa dar todo o apoio necessário para que o corpo docente desenvolva metodologias e estratégias que envolvam e cativem toda a sala de aula.

A Sponte enxerga a aliança entre instituição de ensino e corpo docente fundamental para que o ato de ensinar flua da melhor maneira possível, então exatamente, por isso, que hoje separamos dicas para lidar com diferentes tipos de alunos.

Venha conhecer cada uma delas!

 

Dicas para lidar com diferentes tipos de alunos

Quem é professor já sabe que em toda a sala de aula haverá o aluno mais calado, o mais tímido ou aquele que está sempre fazendo piadinhas, não é mesmo?

É preciso postura para lidar com cada um deles e com essas dicas que iremos te dar, será muito mais simples.

 

1- O aluno agressivo

Em algum momento o professor vai se deparar com um aluno mais esquentadinho, que vive descordando do resto da classe ou até mesmo arrumando confusão onde não há a menor necessidade.

Nesses casos, o primeiro passo é focar no tipo de comportamento desse aluno em sala de aula e não na pessoa, propriamente dita. É importante que o professor ressalte que esse tipo de comportamento não é admitido em grupo.

Mostre os motivos pelos quais esse tipo de comportamento não é tolerado e explique que haverá consequências quando ele é praticado. No entanto, haverão situações onde o professor sozinho não conseguirá avançar, então cabe ao corpo docente junto com a família do aluno encontrar uma melhor solução para a questão.

 

2 – O aluno que desafia sempre

Haverá alunos que vão testar o limite de todo o corpo docente, com perguntas e até mesmo atitudes. O papel do professor é se manter sempre calmo, porém colocando limites nessa situação.

Explique a esse tipo de aluno que a contribuição e questionamentos que ele faz é muito importante para toda a turma, porém há um momento certo para que ele fale.

Coloque regras e faça com que ele cumpra, bem como toda a turma. Quando ele se sentir parte integrante, essa necessidade de desafio acabará.

 

3 – O aluno engraçadinho

Têm alunos que fazem piada de tudo e acabam prejudicando o desenvolvimento das aulas por estar sempre fazendo uma gracinha ou brincando com alguém, nesses casos, o professor deve chamar o aluno de canto, sem estar na frente da turma e conversar com ele, explicando qual o comportamento que espera-se.

Esse tipo de aluno é carente de atenção, sendo assim, se a correção for feita diante da durma, ele se sentirá no direito de fazer ainda mais graça.

No caráter didático, é bem interessante investir em assuntos e atividades que sejam do interesse desse aluno, pois você o manterá ocupado.

 

4 – O aluno distraído

Em toda a turma haverá alunos que têm uma maior facilidade de distração e que acabam se desconectando do conteúdo da aula com extrema facilidade. Com crianças isso ocorre com mais facilidade, pela imaginação fértil, porém com os mais crescidos, a tendência é que haja uma desconexão quando o assunto é considerado “chato” ou não compreendido.

Para esses casos, o ideal é manter a aula sempre dinâmica e participativa, pois a atenção sempre ficará voltada para você.

Outra boa estratégia é afastar esse aluno de janelas e portas que deem a possibilidade de ele prestar atenção em outras atividades. Além disso, dê ordens diretas, indicando exatamente o que você quer dele, isso ajudará mantê-lo focado.

 

5 – O aluno tímido

Personalidades são diferentes e enquanto um aluno chama a atenção por suas piadas e irreverência, outros acabam ficando em seu canto, quieto, totalmente tímido.

Em crianças pequenas é importante verificar se não há nenhum problema de audição ou de visão que esteja prejudicando seu entendimento de ações.

Caso não seja algo médico, converse com o aluno de forma individual para verificar porque ele está tendo aquela postura, se existe algo que o incomoda ou se está havendo algum tipo de bullying por parte de outros alunos.

No mais, procure incentivar sua participação, fazendo perguntas e até mesmo incentivando a participação em atividades que envolvam o grupo.

 

Muitos professores ainda vão listar mais uma porção de personalidades, mas acreditamos que as mais corriqueiras sejam essas que acabamos de abordar. Sabemos o quanto é difícil lidar com uma turma, ainda mais em locais onde elas passam de 30 alunos, sendo assim torna-se ainda mais importante o apoio da instituição.

Se você como professor ou gestor passa por isso e tem dificuldades em lidar, conte para nós o que está ocorrendo, pois juntos podemos encontrar melhores soluções.

Esperamos seu comentário e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *